HABILIDADES NÃO ACADÊMICAS



HABILIDADES NÃO ACADÊMICAS

SOCIOAFETIVAS / COMPORTAMENTAIS
1.       integração social (capacidade de se relacionar e ser aceito pelos companheiros, mostrar-se membro ativo, cumprimentar, aceitar e fazer elogios);
2.       atitudes cooperativas(colaboração com o amigo, com o professor e toda comunidade);
3.       participação (participar com interesse das atividades propostas, participar em grupo);
4.       assertividade (habilidade de se adequar a um contexto, como o exemplo a criança que espera o momento oportuno, faz suas colocações adequadamente, sem ansiedade ou maus modos);
5.       compreensão e respeito pelas regras estabelecidas;
6.       reconhecimento da rotina da escola;
7.       adequação da postura à atividade (sentar-se, levantar-se);
8.       verbalização (expressar verbalmente pensamentos, ideias e sentimentos);
9.       reconhecimento e expressão das emoções;
10.   autoconfiança;
11.   autonomia (capacidade de assumir responsabilidades pessoais e sociais, demonstrar independência);
12.   concentração;
13.   motivação (demonstrar e manter o interesse, a curiosidade durante a atividade).

COMUNICATIVAS
1.       comunicação efetiva de forma a se fazer entender (oral, gestual, escrita...);
2.        audiência   ( manter-se atento enquanto o outro fala, aguardando a sua vez );
3.       compreensão de comandos: simples e mais de um comando;
4.       respeito à diversidade das formas de expressão oral/gestual manifestas pelas pessoas da comunidade escolar e extraescolar;
5.       organização de pensamentos;
6.       reprodução de narrativas (oralmente/gestualmente);
7.       compreensão de ideias (simples e complexas);
8.       formulação de hipóteses.

MOTORAS
1.       movimentos e resistência (capacidade de realizar movimentos e tarefas físicas);
2.       coordenação motora ampla:
a.      arremessar (lançar objetos com um grau razoável de precisão e força);
b.      sentar (capacidade de manter-se sentado ereto, em posição normal sem apoio);
c.       andar (com a cabeça erguida e ombros para trás, ser capaz de caminhar, ereto, em linha reta, de maneira coordenada e sem apoio);
d.      correr (qualquer atividade de locomoção mais rápida do que andar ou arrastar-se);
e.      pular (lançar o corpo no ar, com um movimento de extensão das pernas. Aterrissar sobre os dois pés, com as pernas flexionadas, ou ainda pular para cima ou para baixo, ou saltar de um objeto, pular com um pé só, ou transpor obstáculos simples sem cair);
f.        dançar (capacidade de executar movimentos corporais rítmicos, de maneira coordenada);
3.       coordenação visomotora (capacidade de coordenar a musculatura com o ato de olhar, do tipo que é exigida em tarefas como recortar, escrever, sinalizar na LIBRAS etc.);
4.       coordenação motora fina (capacidades de realizar e dominar os movimentos da mão e dos dedos, como realizar pressão digital, preensão digito palmar, preensão em pinça, etc.).

HABILIDADES SENSORIOMOTORAS:
1.       localização de partes do corpo e sua abstração (capacidade de reconhecer e generalizar o conhecimento do próprio corpo e as localizações de partes do corpo em outras pessoas ou figuras);
2.       autoidentificação (capacidade de identificar a si próprio quando chamado pelo nome, em fotografia e ou espelho);
3.       lateralidade (capacidade de estabelecer dominância homolateral de mão, olho e pé);
4.       ritmo (capacidade de perceber e reproduzir estruturas rítmicas simples e ou complexas);
5.       equilíbrio (capacidade de manter o equilíbrio motor geral e ou fino – equilíbrio estático e dinâmico);
6.       agilidade (capacidade de reações rápidas e de destreza; de compreender, atender e organizar-se adequadamente a atribuições dentro de uma previsão de tempo).

PERCEPÇÃO ESPACIAL
1.       sentido de direção (capacidade de distinguir em cima, embaixo, em frente e atrás, do lado, no meio, entre, longe, perto, direita e esquerda);
2.       organização corpo no espaço (capacidade de movimentar o próprio corpo de forma integrada, em volta de objetos no espaço e passando por eles);

3.       discriminação de figuras geométricas (capacidade de identificar e distinguir as figuras geométricas de uma dimensão - linha reta, horizontal, vertical, cruzada, paralela e curva - e de três dimensões - esfera, cubo etc.);

4.       discriminação figura-fundo (capacidade de perceber objetos no primeiro plano - como figuras - e no segundo plano - como fundo - e de diferenciá-los significadamente).

PERCEPÇÃO TEMPORAL
1.       orientação temporal (capacidade de perceber intervalos de tempo e de ter conhecimento dos conceitos de tempo como: dia-noite; antes – agora – depois;hora; semana; mês; ano; outros...

HABILIDADES SENSÓRIO-PERCEPTIVAS

1.       percepção visual (a seleção e organização dos estímulos visuais baseadas na experiência visual passada);

2.       acuidade visual (capacidade de ver e diferenciar objetos apresentados, com significado e precisão; como discriminar cores, identificar semelhanças e diferenças etc.);

3.       discriminação tátil (capacidade de identificar objetos, texturas e temperatura tocando);

4.       atenção (capacidade de selecionar os estímulos e se ater a eles, como atenção seletiva, ou dirigida a objetos e ou pessoas);

5.       acuidade auditiva
a.capacidade de captar e diferenciar estímulos auditivos;

b.capacidade de discriminar intensidade e localizar de onde vem o som.




HABILIDADES MNEMÔNICAS
1.       memória visual (capacidade de recordar experiências visuais anteriores);
2.       memória visomotora (capacidade de reproduzir de forma motora experiências visuais anteriores);
3.       memória auditiva (capacidade de reter e recordar informações auditivas; como relatar histórias com as próprias palavras, reproduzir sons de animais etc.);
4.       memória sequência auditiva (capacidade de recordar e reproduzir informações auditivas anteriores, na seqüência correta e em detalhes).

CUIDADOS PESSOAIS
1.       conhecimento do próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem-estar (capacidade de escovar os dentes, pentear os cabelos, abotoar e desabotoar, lavar as mãos, controlar os esfíncteres, fracionar alimento para levá-lo à boca, vestir-se e despir-se, utilizar adequadamente os sanitários etc.).


HABILIDADES ACADÊMICAS
HABILIDADES DE LEITURA
1.       reconhecimento e decodificação ( letras, sílabas e palavras);
2.       leitura e compreensão de palavras compostas por sílabas canônicas e não- canônicas (reconhecimento de diferentes estruturas silábicas);
3.       leitura e compreensão de frases;
4.       compreensão do texto lido identificando o assunto principal;
5.       inferência de informações (associar elementos diversos do texto que se relacionem a sua vivência);
6.       compreensão global do texto lido, unificando e inter-relacionando informações explicitas e implícitas;
7.       formulação de hipóteses sobre o conteúdo do texto;
8.       reconhecimento do gênero e da contextualização do texto;
9.       fluência em leitura.

HABILIDADES DE ESCRITA:
1.       processamentos visuais e motor (cópia de figuras e qualidade da escrita);
2.       utilização da escrita como forma de expressão;
3.       compreensão das diferenças existentes entre sinais do sistema de escrita alfabético-ortográfico e outras formas gráficas e sistemas de representação:
a. distinção entre letras e números;
      b.reconhecimento de acentos e sinais de pontuação;
      c.outros sistemas de representação;
4.       domínio de convenções gráficas:
a.orientação e alinhamento da escrita;
      b.segmentação dos espaços em branco e pontuação;
5.       conhecimento do alfabeto e diferentes tipos de letra;
6.       domínio da natureza alfabética do sistema de escrita (uso de dicionário, lista telefônica; organizar palavras e nome dos amigos em ordem alfabética...);
7.       domínio das relações entre grafemas e fonemas;
8.       consciência fonológica: manipular os sons da fala, expressando oralmente o resultado dessa manipulação:
a.       Rima (termina com os mesmos sons);
b.       Aliteração (começa com os mesmos sons do nome falado);
c.       Adição silábica (ao ouvir uma palavra pronunciada e uma sílaba adicional, a criança deve escolher, dentre opções dadas, aquela cujo nome falado corresponde à adição da sílaba – ex.: PATO + AS no começo = SAPATO);
d.       Adição fonêmica (ao ouvir uma palavra pronunciada e um fonema adicional, a criança deve escolher, dentre cinco figuras, aquela cujo nome falado corresponde à adição do fonema – ex.: ALA + /S/ no começo = SALA);
e.       Subtração silábica (ao ouvir uma palavra pronunciada e uma sílaba, a criança deve escolher, dentre cinco figuras, aquela cujo nome falado corresponde à palavra falada menos aquela sílaba – ex.: MACACO – MA = CACO);
f.        Subtração fonêmica (ao ouvir uma palavra pronunciada e um fonema, a criança deve escolher, dentre cinco figuras, aquela cujo nome falado corresponde à palavra falada menos aquele fonema – ex.: BOCA – B = OCA);
g.       Transposição silábica (ao ouvir uma palavra pronunciada, a criança deve inverter a ordem das sílabas que compõem essa palavra e escolher, dentre cinco figuras, aquela cujo nome falado corresponde ao resultado dessa inversão de sílabas – ex.: LOBO / BOLO);
h.       Transposição fonêmica (ao ouvir uma palavra pronunciada, a criança deve inverter a ordem dos fonemas que compõem essa palavra e escolher, dentre cinco figuras, aquela cujo nome falado corresponde ao resultado dessa inversão de fonemas – ex.: ÍRIS / SIRI);


i.         Trocadilho (ao ouvir duas palavras pronunciadas, a criança deve inverter a ordem dos fonemas iniciais dessas duas palavras e escolher, dentre cinco figuras, aquela cujo nome falado corresponde ao resultado dessa inversão de fonemas. (Por exemplo, CULAR PORDA/PULAR CORDA).
j.        Assonância:
a.  semelhança ou igualdade de sons em palavras próximas;
                               b. uso do mesmo timbre vocálico em palavras distintas, especialmente no final de frases;
10.   escrita de palavras sem apoio visual;
11.   escrita de palavras com grafia desconhecida;
12.   escrita de sentenças;
13.   reprodução escrita de narrativas.

HABILIDADES MATEMÁTICAS:
1.       manipulação e exploração de objetos e brinquedos e descoberta das características e propriedades principais e suas possibilidades associativas: empilhar, rolar, transvasar, encaixar, acrescentar, repartir, separar, combinar etc.;
2.       conhecimento físico (conhecimento dos objetos da realidade externa, ou seja, as propriedades físicas que estão nos objetos na realidade externa e podem ser conhecidas pela observação – cor, forma, espessura, tamanho, peso etc.);
3.       representação do espaço numa outra dimensão (construir torres, pistas para carrinhos e cidades, blocos de madeira ou encaixe etc.);
4.       identificação de números perceptuais (até quatro ou cinco – podem ser facilmente distinguidos com uma olhada, de maneira apenas perceptual, sem requerer uma estruturação lógico matemática);
5.       agrupamento de objetos segundo uma característica;
6.       agrupamento de objetos segundo mais de uma característica;
7.       conhecimento lógico-matemático (coordenação de relações – coordenar relações de igualdade, diferença e soma);
8.       ordenação de objetos;
9.       ordenação segundo critério (crescente, decrescente, tonalidades, quantidades etc.) e ou sequência lógica;
10.   comparação de objetos e identificação de semelhanças e diferenças;
11.   realização de correspondência um a um (igualdade);
12.   inclusão de classes (habilidade para coordenar os aspectos qualitativos e quantitativos de uma classe e uma subclasse – ex.: Classe: animais; subclasse: cachorros e gatos. Se questionada, a criança que diz que há mais cachorros do que animais não está coordenando os aspectos quantitativos e qualitativos da classe);
13.   relação número e quantidade;
14.   manuseio de objetos fazendo julgamentos quantitativos acerca dos agrupamentos feitos;
15.   conservação numérica (habilidade de compreender que a quantidade continua a mesma quando o arranjo espacial dos objetos foi modificado);
16.   conexidade (habilidade de entender que todos os números consecutivos estão conectados pela operação de “+ 1”);
14.   descrição e representação de percursos e trajetos observando pontos de referência;
15.   utilização de noções simples de cálculo mental como ferramenta para resolver problemas;
16.   raciocínio lógico;
17.   comunicação de quantidades utilizando a linguagem oral, notação numérica e / ou registros não convencionais;
18.   utilização adequada de objetos intermediários como fita métrica, balança, régua etc para quantificar a grandeza (comprimento, extensão, área, peso, massa etc.);
19.   estabelecimento de estimativas;
20.   interpretação de informações ( resolução de problemas);
21.   estabelecimento de seriações – linear e cíclica.


0 comentários:

Postar um comentário

 
Professora Priscila Piassi © 2012 | Designed by Canvas Art, in collaboration with Business Listings , Radio stations and Corporate Office Headquarters